quarta-feira, novembro 06, 2013

de de

Para ler: Tasha Harris abre o jogo

Ganhei este livro no primeiro amigo oculto de blogueiras do DF, da queridíssima Darlana (Saudades!), li ele em menos de uma semana e estava dando uma geral na minha estante, quando o vi achei que deveria falar dele aqui no blog. Ele é do gênero chick lit, ou seja, uma literatura de mulherzinha, como muitos dizem por aí. A autora é a Jane Green, autora famosa por esse gênero literário.

 
Autora: Jane Green
Editora: Record
Ano: 2000
Páginas: 336
 
Ela tem uma carreira de sucesso na televisão, onde trabalha como produtora. Mas o que falta a Tasha Harris, uma inglesa de 30 anos e muitos namorados, é um amor verdadeiro. 

Sinopse daqui.

A história do livro é bem interessante, a personagem é incrivelmente sarcástica, adoro personagens assim, e bem realista com sua rotina e vida. A personagem usa uma linguagem direta com o leitor, fala diretamente com ele, daí o nome "abre o jogo" ( a tradução do título em inglês seria algo parecido com um talk show). O que mais me chamou a atenção é o grupo de amigas de Tasha, cada um com uma personalidade diferente, mas a personagem principal não  consegue viver sem elas (como nós!).




"Eu não devia estar solteira aos trinta anos. Eu deveria ser como minha mãe, não é? Casada, com filhos, uma bela casa com Colefax e papel de parede Fowler e um marido com um carro esporte e uma ou duas amantes" Pág. 7


A leitura é desprentensiosa e divertida, quando você vê está criticando, elogiando a personagem e até dando conselhos (sim, eu entro na leitura a esse ponto). Tasha nos leva a um mundo feminino de cobranças, dúvidas e busca pelo homem perfeito, como qualquer uma de nós. ;)

Curtiram? Já leram?
Diise França Postado por:

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião, sugestão ou dúvida. Responderei com carinho!
Beijos
Diise França